Fale conosco 124

Fale conosco
Qual a sua dúvida?
O Racionalismo Cristão dispõe de uma equipe de militantes para atender os leitores de A Razão para lhes tirar dúvidas sobre a doutrina racionalista cristã. Essa equipe pode ser contactada através doemailfaleconosco@racionalismocristao.org, e seus integrantes terão muito prazer em oferecer esclarecimento e orientação a quem os procurar.
Se você, leitor, tem algum problema ou dificuldade de entendimento de algum fenômeno no campo espiritual, fale conosco, encaminhe sua dúvida ou experiência para ouvinte@racionalismocristao.org e receba esclarecimento e orientação de uma equipe de militantes da Doutrina. Sua experiência poderá ser publicada, mas sua identidade será mantida em sigilo.
Use bem sua mediunidade sem precisar desenvolvê-la 
281 Todo ser humano tem mediunidade? E os que a possuem e não desejam desenvolvê-la? O que devem fazer para ter paz e não viver perturbado, o que devem fazer para as coisas darem certo em sua vida?
Resposta: Prezada, nosso livro essencial chamado Racionalismo Cristão assim define mediunidade, em sua 45ª edição:
“A mediunidade é uma forma de perceber coisas, fatos ou fenômenos, além do que possibilitam os sentidos humanos. Ela se manifesta de múltiplas maneiras, em diferentes graus de percepção, de acordo com a sensibilidade espiritual de cada um, sendo, também, uma faculdade inata em todos os seres humanos, sem exceção, que dispõem, pelo menos, da mediunidade intuitiva, a qual varia, ainda assim, de pessoa para pessoa, de conformidade com o desenvolvimento que vai obtendo nas múltiplas existências.”
Apesar de haver muitos seres humanos que possuem outras modalidades mediúnicas além da intuitiva, não há necessidade de desenvolvê-la, e sim aprender a conviver com essa condição espiritual de grande valor, que tanto auxilia as Forças Superiores no seu trabalho de limpeza da atmosfera fluídica da Terra.
A pessoa que tem grande sensibilidade mediúnica precisa ter muita disciplina e força de vontade suficiente para superar as suas deficiências espirituais e usar a sua mediunidade sempre no caminho do bem; é um exercício constante e contínuo, que requer atenção e cuidado, minuto a minuto, segundo a segundo, com os seus pensamentos e as suas emoções, primando por se conduzir com otimismo, coragem e perseverança na correção das imperfeições, normais em todos os seres humanos.
Por isso queremos convocá-la a estudar os nossos princípios doutrinários e a pôr em vigor, no seu cotidiano, a disciplina praticada por esta Doutrina. E terá a oportunidade de aprofundar-se no estudo da mediunidade, utilizando as obras racionalistas cristãs.
Sugerirmos a leitura dessas obras, podendo começar pelo folheto intitulado Conceitos racionalistas cristãos. E pode dar prosseguimento aos seus estudos, através das demais obras editadas por esta Doutrina, principalmente as essenciais:

  1. Racionalismo Cristão, que em sua 45ª edição contém assuntos de grande valor filosófico, moral e espiritual, e ao final uma síntese dos princípios racionalistas cristãos, princípios esses que devem ser seguidos com a maior fidelidade possível;
  2. A vida fora da matéria, atualmente em sua 24ª edição, com ilustrações muito elucidativas que mostram a importância da irradiação de bons pensamentos para atrair as Forças Superiores; o trabalho dos espíritos do Astral Superior durante as reuniões espiritualistas em uma casa racionalista cristã, para efetuar a limpeza da atmosfera fluídica da Terra e desanuviar este planeta de tantas influências negativas; e
  3. Prática do Racionalismo Cristão, 13ª edição. Livro importantíssimo para todos os militantes, por conter toda a disciplina utilizada nas reuniões espiritualistas em uma casa racionalista cristã, mas que traz também informações de grande relevância para todos aqueles que desejam espiritualizar-se dentro da disciplina adotada por esta Doutrina.

Queremos convidá-la, também, a praticar a limpeza psíquica no lar. A limpeza psíquica é uma prática de higiene mental, uma forma de se obter equilíbrio interior e tranquilidade espiritual, recomendada pelo Racionalismo Cristão. Consiste nas irradiações, cuja finalidade é estabelecer contato com as Forças Superiores.
Pratique a limpeza psíquica diariamente, de manhã e à noite, de preferência às 7 horas da manhã e às 20 horas. A limpeza psíquica é uma saudável prática disciplinar que fortalece o espírito e prepara o ser humano para os embates do dia a dia. Não são rezas nem orações, mas um meio eficaz de atrair as correntes do bem e fortificar o espírito.
Se houver possibilidade, frequente as reuniões públicas de limpeza psíquica e de esclarecimento espiritual em uma casa racionalista cristã, por ser um momento de grande elevação espiritual, em que você irá receber os fluidos benéficos das Forças Superiores e aconselhamentos que lhe proporcionarão grande bem-estar.
Dificuldades conjugais
282. Caros amigos, gostaria de sua ajuda para resolver um problema de relacionamento conjugal, que me tem causado grande abalo emocional, pois não nos entendemos mais, além de que vivo praticamente só. Preciso romper esse relacionamento, mas surge a questão da insegurança, do medo, do temor de morar sozinho. O que me tem ajudado a enfrentar tal crise são os ensinamentos de sua Doutrina, a leitura do livro Racionalismo Cristão e a limpeza psíquica diariamente.
Tenho que tomar essa decisão, porque sinto que espíritos obsessores me intuem a praticar um ato de extrema violência contra a companheira. Sei que por esse ato vou pagar um preço muito alto e também um grande resgate espiritual.
Resposta. Prezado, relacionamentos conjugais requerem diálogo, atenção, compreensão, respeito, tolerância às pequenas falhas e o cumprimento de objetivos voltados para o mesmo fim: fazerem a evolução espiritual em conjunto e em  harmonia.
Quando falta qualquer desses requisitos tem sido comum casais se separarem estabelecendo um último e definitivo diálogo com respeito à separação.
Muitos casais, porém, estabelecendo o diálogo, resolvem procurar contornar as dificuldades propondo-se cada uma das partes a analisar onde possa estar errando, colocando-se no lugar do outro e decidindo modificar-se, principalmente quando existem filhos envolvidos.
Se acha que pode ainda conviver em harmonia com a pessoa que escolheu para esposa, proponha um diálogo franco, sincero, honesto, em que cada uma das partes possa falar sem ser interrompida, evitando discussões, e em que se disponham a repensar o relacionamento e viver em paz.
Você nos diz que tem que tomar esta decisão de separação, pois sente que espíritos obsessores o intuem a praticar um ato de extrema violência  contra a sua companheira.
E nós dizemos: não pode pôr a culpa somente em espíritos obsessores como se não pudesse exercer o domínio próprio e o controle sobre seus pensamentos e temperamento.
Se acha que não existe mais a possibilidade de reconciliação, precisa vencer o medo que diz ter, de morar sozinho, pois ainda apresenta dependência em relação à companheira mesmo vivendo em situação de desarmonia.
A Doutrina, que é de toda a humanidade, inclusive sua e não exclusivamente nossa, como procura frisar, nos esclarece quem você é, quais as suas capacidades latentes e que precisam ser ativadas, como  a força de vontade e o domínio próprio, mas não pode tomar decisões por você.
Precisa, portanto, usar o seu raciocínio, fazer uma reflexão sobre o que precisa modificar em sua vida e decidir, sem medo ou imaginando fracassos; arregaçar as mangas e ir à luta com coragem e pôr em ação tudo aquilo que vem aprendendo com a leitura das  obras e com o fortalecimento diário da limpeza psíquica.
Perceba os indícios e evite consequências 
283. Há um ano frequento o Racionalismo Cristão e me sinto bem com isso. Nos últimos quatro anos tenho enfrentado alguns problemas profissionais em consequência da crise e também pela gestão da minha empresa, que, infelizmente, me trouxe também problemas na minha vida conjugal.
Há cerca de um mês a minha parceira decidiu separar-se de mim, e isto me causa grande angústia. Gostaria de ter mais orientações da vossa parte, para melhor saber como fazer para tirar esta angústia da minha vida.
Resposta. Prezado, continue com esse entusiasmo e vontade forte de se esclarecer à luz dos ensinamentos divulgados pelo Racionalismo Cristão.
Como sabemos, a vida na Terra é de altos e baixos, de sucessos e desventuras, e devemos estar preparados para tratar dos infortúnios com valor e coragem, com calma, paciência, perseverança e esperanças sempre renovadas por dias melhores.
Os seus reveses não aconteceram por acaso. Certamente indícios existiram e não foram percebidos. Talvez você tenha demorado um pouco a entender a gravidade dos fatos e não se antecipou nas devidas correções. Talvez você não tenha dado a devida atenção à sua família, por ter-se deixado envolver totalmente pelos problemas profissionais.
Cumpra corretamente a disciplina racionalista cristã, e nos momentos que antecedem a limpeza psíquica no lar reflita bastante sobre tudo que lhe aconteceu, utilize o seu raciocínio, a sua inteligência e a sua sensibilidade para encontrar o melhor caminho para retornar à vida normal, extraindo desse episódio lições importantes para o seu crescimento espiritual.
O desânimo, a angústia e os demais sentimentos negativos só servirão para agravar o problema. Por isso é hora de reagir e iniciar a construção de nova vida, com paz interior e alegria, consciente da grande felicidade que bate à porta daqueles que têm a consciência tranquila do dever cumprido.