Leitura de janeiro de 2018

racionalismo-cristao-leitura-mes-f

É dever de quem comete faltas mudar para melhor
Luiz de Mattos
Codificador do Racionalismo Cristão

Não há perfeição humana na Terra. Logo, o indivíduo deve corrigir seus erros, para se esmerar dentro dos princípios racionalistas cristãos. É dever da pessoa faltosa mudar para melhor, caminhando firme pela estrada da evolução ao raciocinar com acerto, a fim de encontrar solução para os problemas difíceis muitas vezes criados por ela própria.

Há muitas coisas belas na vida para as pessoas contemplarem. São tantos os bons exemplos, são tantas as experiências adquiridas pela observação de erros de umas e outras, que servem de lições para as que querem aprender e se modificar. São muitas as possibilidades de os seres humanos se corrigirem ao enveredar pelo caminho evolutivo, na busca da perfeição possível neste mundo de escolaridade, lutando contra si próprios, dominando-se, tornando-se úteis e dignos da consideração dos semelhantes.

Todos devem estudar o Racionalismo Cristão, a fim de enfrentarem as intempéries morais que a vida sempre apresenta aos indivíduos incautos. Muitos deles não conquistam a própria felicidade ao se deixarem envolver por coisas que lhes falam ao paladar, mas sem qualquer valor espiritual. O astral inferior vai aos poucos envolvendo-os com sua brisa maléfica por não perceberem que têm algo superior no âmago, que é o sentido espiritual da vida.

O mundo é bom, a vida é boa, mas é necessário que as pessoas, como parcelas que são do Princípio Inteligente em evolução, usando sua fortaleza física e vibração espiritual, ofereçam braços, vontade e coragem voltados para a produção das riquezas necessárias ao bem-estar da humanidade.

As casas racionalistas cristãs estão com suas portas sempre abertas sai ano entra ano, acolhendo pessoas carentes de equilíbrio psíquico e estudiosos da espiritualidade. As Forças Superiores, com sabedoria e eflúvios fortalecedores, trabalham em faina diuturna pelo esclarecimento espiritual da humanidade. Quem chega às nossas Casas encontra o que procura, cria, com paciência e perseverança, as condições necessárias ao cumprimento dos deveres com segurança e dignidade, conquistando a real felicidade.


Cada um deve aprender com lições dos sucessos e reveses
Humberto Rodrigues
Presidente Astral do Racionalismo Cristão

Ao terminar o ano, as pessoas têm o hábito de pensar no que aconteceu de bom e de ruim em suas vidas. Umas se prendem aos fatos que transcorreram bem, enquanto outras remoem as más lembranças. Todavia, o que devem fazer é revigorar na memória os bons episódios e avaliar os ruins, para que aprendam as grandes lições que sucessos e reveses oferecem, e toquem a vida para frente, como se costuma dizer. Rever as situações que não ficaram bem resolvidas e impulsionar melhores soluções através de esforço, vontade e trabalho é uma boa decisão, para que possam dar continuidade à evolução no ano que se inicia, porque o espírito se revigora a cada problema resolvido.

Muitas pessoas se deixam abater quando encontram dificuldades, tão comuns neste mundo de aprendizado constante. O que elas precisam é de empenho nas lutas que enfrentam, pensando nas melhores estratégias para a solução de seus problemas, e, assim, avançar um pouco mais na longa caminhada evolutiva.

Sendo a evolução espiritual constante e contínua, os estudiosos da espiritualidade devem consultar periodicamente os livros editados pela Casa-Chefe do Racionalismo Cristão, para que tomem decisões corretas em suas vidas, tanto em relação a si mesmos quanto aos que estão ao redor.

As pessoas que procuram as casas racionalistas cristãs sempre encontram boa acolhida sai ano entra ano, sobretudo as que apresentam desequilíbrio psíquico, pois chegam com grande esperança de breve normalização. Todas saem espiritualmente fortalecidas, todas recebem orientações seguras para a resolução de seus problemas, todas têm suas dúvidas de natureza doutrinária esclarecidas. O livre-arbítrio voltado para o bem é escolha própria, como é a determinação de mudar para melhor, pois o aprendizado é individual. Confiantes em si mesmas, irão avançar em evolução no ano-novo.