Leitura de março de 2018

racionalismo-cristao-leitura-mes-d

Êxito pela força de vontade
Luiz de Mattos
Codificador do Racionalismo Cristão

É no uso da força de vontade voltada para a prática do bem que está o segredo do êxito pessoal. Pensamentos presos às coisas úteis, ao cumprimento dos deveres diários, têm muito valor, mostram que as pessoas possuidoras dessas virtudes caminham pela estrada da vida com exatidão.

Prender-se ao que é correto e bom não é muito fácil, pois o ser humano caminha por onde passam os maus elementos, tanto os indivíduos que só trabalham para a desgraça alheia quanto os espíritos do astral inferior a eles associados. Daí a importância de se pensar com valor e elevação, de dedicar as horas de trabalho para o que é útil a si e ao semelhante. Agindo de forma correta, irão atrair o bem e serão felizes, porque a felicidade existe quando a consciência está tranquila.

Há muitos modos de viver. Uns vivem na pujança do trabalho honesto, enquanto outros vegetam. E como se sentem bem vivendo na inércia! Porque é mais fácil, dá menos trabalho viver à custa do trabalho alheio, sem perceberem que fazem mal a si próprios e aos semelhantes que lesam e prejudicam, tenham isso como certo, inclusive os indivíduos que julgam correto viver folgadamente, interessados apenas nos prazeres que a vida de forma enganosa oferece aos desconhecedores da espiritualidade.

Nas casas racionalistas cristãs, desde que o Racionalismo Cristão foi fundado e codificado, as Forças Superiores e os militantes preocupam-se com o esclarecimento espiritual dos seres humanos e a limpeza da atmosfera fluídica da Terra, para que seja bem transitável pelos espíritos que se esclarecem, pois nela existem miasmas fluídicos que são atraídos por quem pensa mal. Essas emanações formam ondas nocivas que vão ao encontro dos indivíduos que não têm vontade nem pensamentos educados para a prática do bem.
A filosofia racionalista cristã aconselha os seres humanos a praticar o bem, não quer outra coisa que não seja a sua felicidade.

Quando falamos em espírito, nem todas as pessoas sabem ou sentem o que quer dizer essa vibração invisível, por ser ele imaterial, bem assim o seu corpo fluídico, este perceptível aos médiuns videntes. A individualidade – espírito, corpo fluídico e corpo físico – pode estar a serviço do bem e do mal. Do bem, quando a pessoa é esclarecida, e do mal, quando a falta de esclarecimento espiritual deixa o indivíduo cego às ações dignas que aceleram a evolução. Isso é fato muito importante e, se querem dar-lhe valor, deem valor ao que valor tem, lendo os livros editados pela Casa-Chefe do Racionalismo Cristão. Procurem entender o que essas obras espiritualistas ensinam, leiam com atenção os ensinamentos que dão à vida amplos e construtivos aspectos transcendentais e materiais, e irão receber o que merecem pelo próprio esforço.



O bem e o mal diante do homem que se conhece
Humberto Rodrigues
Presidente Astral do Racionalismo Cristão

À medida que o ser humano se conhece como Princípio Inteligente e Matéria, consegue identificar o mal e conceber o bem. Cada situação vivenciada é uma nova oportunidade que tem de determinar para si a melhor escolha, integrando-a aos hábitos cotidianos. É realmente favorável que se escolha a forma correta de agir, que se tenha bons propósitos como pontos de atração de eflúvios superiores, para o manejo seguro da existência. Ações dignas e leais clareiam a caminhada evolutiva.

As pessoas que caminham de forma correta estão sempre bem assistidas pelas Forças Superiores, mostrando suas qualidades aos semelhantes como exemplos a serem seguidos. Quem reconhece o valor que o ser humano tem como força realizadora, coloca em ação seu potencial construtivo, pois confia em si mesmo, tem certeza de que pode conceber coisas úteis ao riscar os pontos negativos da personalidade. Quando sente alguma insegurança, logo vem a vontade forte de tudo superar com ações a cada dia mais primorosas.

O ser humano evolui quando reconhece o potencial criador que traz dentro de si como instrumento valiosíssimo a ser utilizado em objetivos de real significado para a humanidade. Portanto, sempre que tiverem a oportunidade de fazer algo, façam o que consciência manda, e verão o verdadeiro valor da vida, que é aprimorar o caráter a cada passo, a cada nova situação. Reflitam sobre isso, realizem como instrumentos propulsores do desenvolvimento, e irão sentir-se cada vez melhores, úteis a si mesmos e à coletividade.