Fale conosco 131

No RC, entenda o que você é
306. Desde que me conheço por gente, minha vida foi só sofrimento: na infância, com meus pais,  muito ignorantes e grossos; na adolescência, sem ter a menor orientação de nada, passei por dois relacionamentos; no primeiro tive uma filha, hoje com 24 anos, que me deu três netas, mas não moram comigo. Nunca tivemos bom relacionamento, porém como mãe fiz a minha parte. Separada do pai a criei com dificuldade, mas não lhe faltou nada.
O segundo foi o que a criou, Não deu certo e separamos depois de 12 anos. Novamente me juntei com um bom homem, que sempre me ajudou, principalmente com minha filha e depois as netas. Recentemente, pediu a separação. Nunca imaginei me separar, porque nos dávamos muito bem, nunca brigamos, sempre com muita conversa, com respeito, sem agressões verbais ou físicas.
Foi um grande baque, perdi meu chão, quase entrei em depressão. Ele era tudo para mim, sempre fui leal companheira, achei que era para a vida toda. Depois da separação, não consigo comer, dormir, não tenho ânimo, estou morando com minha mãe. É uma prisão, passo o dia todo dentro de casa, perdi tudo, principalmente o meu conforto, não tenho com quem conversar, minha mãe não fala nada, não se mete, minha alegria acabou, minha paz… Pergunto: por que tanto sofrimento, será que vim a este mundo somente para ajudar os outros, e depois que não sirvo mais, me descartam? Como o espírito pode escolher viver numa família sem amor?
Gosto muito de astrologia, e gosto de saber sobre a personalidade de cada um. Sou aquariana, gosto de liberdade, não gosto de ser controlada, meu marido era de libra, nos dávamos bem, temos muitas coisas em comum, porém ele nunca me colocou como prioridade, sempre defendeu sua família. Outra enorme curiosidade é saber por que gosto tanto do povo cigano, dança, alguma coisa me atrai para isso, amo o idioma espanhol, será que em outras vidas fui cigana?
Gosto muito de ouvir a Rádio A Razão, não conhecia o lado espiritual da vida, só das entidades de que jamais gostei e não aceito, mas já me falaram que “tenho uma cigana”, assim como ser filha de Iemanjá. Amo demais as coisas do mar e da natureza, por ser aquariana.
Ouço a limpeza psíquica, mas não sei o que fazer quando a ouço, tenho que repetir as palavras ou pensar em coisas boas para o mundo ou especificamente para alguém?
Resposta: Prezada, lemos atentamente a sua mensagem, em que expõe seu sofrimento, seu desabafo e o interesse em saber o que significa a limpeza psíquica.
É esse sofrimento que faz a pessoa procurar compreender-se e entender as causas que o geraram, ao aprofundar-se no conhecimento de si mesma, pela reflexão que fará visando a uma possível mudança de hábitos e costumes com a finalidade de amenizá-lo e até mesmo extingui-lo.
Por isso, sugerimos que estabeleça como prioridade a sua recuperação o mais prontamente possível, eliminando a possibilidade de depressão e, embora esteja vivendo atualmente um momento difícil, reagir e voltar a ser a pessoa que gostaria de ser.
Para isso, o Racionalismo Cristão procura orientar as pessoas a entender-se como espíritos em evolução na Terra, que é uma escola de vida e onde estamos buscando o aperfeiçoamento em vários cursos que são as encarnações.
Essas vindas ao planeta-escola são planejadas pelo espírito em seu mundo de estágio, e o maior ou menor grau de dificuldade depende do bom ou mau uso do livre-arbítrio na encarnação atual ou em encarnações anteriores.
Baseados nesses ensinamentos, aconselhamos você a frequentar uma casa racionalista cristã próxima da sua residência e a ler o livro Racionalismo Cristão, 45ª edição, que é disponibilizado para leitura minutos antes de uma reunião de limpeza psíquica e esclarecimento espiritual ou pode ser adquirido na livraria da Casa, para entender o mecanismo dessas Leis.
Essa frequência, associada à leitura, a fará conhecedora de quem você é, o que está fazendo neste planeta e qual a melhor maneira de evitar sofrimentos através dos ensinamentos que paulatinamente irá adquirindo.
Ao mesmo tempo aprenderá a realizar a limpeza psíquica no lar, não para efetuar pedidos, mas para associar-se a espíritos de escol, que já não mais precisam encarnar e aos quais denominamos Astral Superior, e assim receber seus eflúvios benéficos e ir fortalecendo a sua vontade, vencendo o desânimo, readquirindo a sua capacidade de reação e reconhecendo-se como uma força vibrante capaz de enfrentar qualquer dificuldade.
Você pode procurar o endereço de uma casa racionalista cristã e informar-se de como praticar a limpeza psíquica no lar, acessando o site www.racionalismocristao.net
A limpeza psíquica é uma síntese dos ensinamentos doutrinários do Racionalismo Cristão, e para realizá-la é necessário o entendimento do que significam suas palavras, que podem ser pensadas, ou pensadas e emitidas verbalmente, mas com total concentração no seu sentido, desligando-se de tudo o que é material.
Frequente as reuniões, leia o livro e pratique a limpeza psíquica, no intuito de ajudar a humanidade e assim estará ajudando a si própria.
Supere seus medos
307. Gostaria de receber esclarecimento e orientação sobre pânico de avião. Já tive prejuízos financeiros por conta disso. Conheço os ensinamentos racionalistas cristãos e sei que esse pânico é bobagem, mas não estou conseguindo superá-lo.
Resposta: Prezada, sempre tememos o desconhecido. Por isso, quem tem a síndrome do pânico mostra que desconhece a origem dos medos que sente. Eles podem ter origem em nossas vidas passadas, o que explica não sabermos de onde vêm.
Esquecer-nos de nossas vidas passadas é uma das sábias leis naturais. Quando encarnamos, desejamos começar uma vida nova, livre das perturbações e problemas que nos acometeram em vidas anteriores. Desta forma, teremos mais tranquilidade para trabalhar pelo nosso progresso espiritual. Esse esquecimento é temporário e aplica-se apenas à nossa vida atual. No nosso inconsciente estão registradas todas as experiências pelas quais já passamos e esse registro serve para orientar-nos a respeito de erros cometidos, a fim de evitá-los. Assim, se sofremos um afogamento em vida anterior, teremos receio de entrar na água e só nos livraremos desse medo quando aprendermos a nadar e pudermos enfrentar a experiência já preparados para vencer as dificuldades que ela nos apresenta. Pronto, estará resolvido o problema desse medo.
Se fomos muito ludibriados em encarnações anteriores, reencarnamos com forte tendência a sermos muito desconfiados, pois a lição de uma confiança desmedida ficou registrada em nossa história interior.
À medida que nos esclarecemos sobre a vida espiritual, compreendemos que nossas dificuldades existem para ser enfrentadas e vencidas. O primeiro passo para enfrentarmos nossos medos é buscar localizá-los. Se não há experiência traumática dessa encarnação, devemos pensar na grande possibilidade de que tal experiência tenha ocorrido em vidas passadas. O segundo passo é buscarmos formas para vencer cada um dos medos que nos assedia. Esse passo é importante, pois é a base para o passo seguinte. E esse consistirá na firme determinação de vencer cada um deles.
Devemos pensar: se eu não vencer esses medos agora, vou desencarnar e reencarnarei novamente trazendo-os todos comigo. Até vencê-los todos. Se já tenho um bom número de medos acumulados, a tendência é acumular mais outros. Por isso, uma pessoa cercada de medos é prisioneira de si mesma.
O Racionalismo Cristão, cujas orientações você aprecia, ensina-nos que pensar é atrair. Isto significa que, se pensarmos negativamente (e o medo é um sentimento muito negativo), atrairemos assistência astral negativa que fortalecerá o medo e arrefecerá nosso ânimo.
Ao nos entregarmos aos medos, abdicamos de nossa capacidade de reagir. Entregamos os pontos, como se diz popularmente. E se nos entregamos, quem vai nos recuperar?
Procure ampliar seus conhecimentos sobre a vida espiritual. Verá que muitas coisas que nos parecem incompreensíveis podem ser explicadas dentro de princípios racionais. Uma vez compreendidas qual a dificuldade de vencê-las? Ganharemos ânimo para enfrentá-las, e esse ânimo estará mais fortalecido à medida que nos damos conta de que somos Força e Matéria. Sendo Força, temos energia e capacidade para tudo enfrentar nesta vida.
Para manter seus pensamentos longe dos medos (pensamentos negativos) que atraem assistência astral inferior, siga a orientação do Racionalismo Cristão a respeito da necessidade de fazermos a limpeza psíquica.
É muito importante que você faça duas vezes ao dia a limpeza psíquica que, como as próprias palavras explicam, limpam psiquicamente o ambiente em que nos encontramos. Você entenderá o verdadeiro significado dessa prática no site da Doutrina: www.racionalismocristao.net. Há, também, um áudio da limpeza psíquica, disponível na primeira página do nosso site. Basta clicar no link para ouvir e baixar para o computador. É gratuito. Pode, ainda, fazer a limpeza psíquica acompanhando as irradiações transmitidas pela Rádio A Razão via internet.
Repita a si mesma todos os dias: saberei vencer todos os medos, um por um, e para isso vou trabalhar com dedicação, pois essa vitória significará minha libertação. Confie em si mesma e esteja certa de que está completamente em suas mãos o poder de mudar o rumo de sua vida. Procure ampliar seus conhecimentos espiritualistas.
Criança batizada não perde  o direito a futuras escolhas
308. Estou em um dilema: tenho um bebê, meu marido, católico, quer batizá-lo e quer que ele siga na Igreja Católica participando de catequese, essas coisas. Eu não quero isso, porém não sei o que fazer, o que falar, porque eu não quero que imponha uma religião; quero que meu filho siga nos princípios do RC. Me ajudem, estou aflita.
Resposta: Prezada, para resolver problemas em relação a divergências de opinião entre o casal, o Racionalismo Cristão orienta-nos para que tenhamos um diálogo franco e honesto em que deixemos claro que respeitamos o livre-arbítrio de cada um, não impomos nossas ideias e queremos, também, ser respeitados em nossas ideias e escolhas.
Se a família quer batizar seu filho, não rejeite a ideia, tendo a convicção de que isso nada significa para o bebê. Antes e depois da cerimônia faça as irradiações e permaneça tranquila durante todo o ritual.
Muitas vezes, a família quer seguir rituais arraigados na cultura brasileira e irá sentir-se lesada se não puder fazer determinadas cerimônias. Essa é uma divergência que poderá causar atritos não desejáveis.
Quanto à orientação futura da criança, aguarde o momento adequado para mostrar que deixará para o filho a escolha que deseja fazer. Assim sendo, não imporá nada que venha cercear o livre-arbítrio do filho. Mas lembre-se, essa é uma batalha a ser travada bem mais adiante. Não inicie a luta agora.
Com o passar do tempo, poderá apresentar ao filho os valores que o Racionalismo Cristão explana, e que é muito importante que possamos transmiti-los aos nosso filhos. Com isso estará assegurando uma boa formação moral ao filho que confiou em você para bem conduzir a atual encarnação.
Seus exemplos, suas atitudes, seus pensamentos constituirão a base construtiva que deseja construir para seu filho.
Leia e releia as obras de Olga Brandão de Almeida e de Maria Cottas, ambas educadoras que nos deixaram lições valiosas sobre como educar nossos filhos.
Confie em si mesma e não se deixe abater por questões que, no momento, são secundárias. Lembre-se de que, se você se opuser ao que a família deseja neste momento, poderá mostrar uma resistência que só aumentará a resistência do esposo e da família.
Esperamos ter oferecido a você as orientações que podem ajudá-la a enfrentar e vencer com serenidade a situação atual.
Perseguição de estranhos odores
309. Recentemente procurei na net e encontrei a página do Racionalismo Cristão. Passei, então, a ouvir a Rádio A Razão, e comecei a fazer a limpeza psíquica diariamente. Estou lendo o livro Racionalismo Cristão. Esses meios de informação que obtive estão contribuindo para que eu reconheça os muitos erros que tenho de corrigir, e penso que estou no bom caminho.
Há porém um motivo para este encontro com o Racionalismo Cristão que tem a ver com uma situação recente, que foi ter despertado do meu sono com odores ácidos ou outros, como se fosse um spray, e durante o dia esses cheiros estão presentes. No entanto, verifico que os odores abrandam quando ouço os programas.
Já entendi que, seja o que for que se passa comigo, eu mesmo terei que me ajudar.
Resposta: Prezado, você irá libertar-se desse mal-estar quando puser a sua força de vontade em ação, ao direcionar os seus pensamentos para as correntes do bem, ao entender que espíritos já desencarnados vagueiam pela atmosfera fluídica da Terra lendo os pensamentos dos seres humanos e aproximando-se daqueles com os quais tenham afinidade, daí ser necessário ter bons pensamentos, confiança em si e a certeza de que esses odores vão desaparecer com o tempo, com o cumprimento da disciplina racionalista cristã.
Continue a praticar a limpeza psíquica no lar, diariamente, nos horários disciplinares, aprofunde-se na leitura das obras editadas pelo Racionalismo Cristão e, quando possível, frequente as reuniões públicas em uma casa racionalista cristã.
Na sua cidade há uma de nossas Casas, e nela as reuniões acontecem todas as segundas, quartas e sextas-feiras, com início às 20 horas e término até 21 horas. Aconselhamos que você chegue antes das 20 horas. Entrada franca.
Nada lhe será perguntado, a não ser se é a primeira vez.  Neste caso, você receberá um folheto explicativo.
Caso tenha dúvidas sobre estes esclarecimentos, não hesite em nos escrever, para que possamos fornecer-lhe as orientações necessárias.
Procure cultivar o bom humor
310. Estou passando por uma fase muito complicada. São pensamentos e sensações negativas persistentes. Tenho sempre que guardar para mim, pois, se comento com alguém, me indicam um psiquiatra.
Esses pensamentos negativos surgem sempre que entro em lugares fechados e começaram há uns três anos. Estou fazendo as irradiações pelo áudio e lendo as obras, mas como posso extirpar da mente algo que parece estar fixado. Eu não entendo por que isso começou. Está atrapalhando muito minha vida, sinto como se fosse ficar sufocada em locais fechados.
Resposta: Prezada, durante muito tempo você alimentou o medo, ainda que inconscientemente, originado geralmente na infância, e está em uma fase de desconstrução desta carga negativa acumulada durante anos.
Por isso não deve criar expectativas de mudanças radicais, o que se caracterizaria como ansiedade. Viva cada dia vencendo-se a si mesma e adquirindo confiança pelo enfrentamento das situações difíceis, e a cada vitória vibre pelo domínio próprio alcançado.
Evite noticiários e comentários que nada trazem de positivo aos nossos pensamentos; procure cultivar o otimismo e o bom humor mesmo nos momentos mais difíceis.
Nunca se julgue incapaz de reagir e enfrente com energia os seus medos, antepondo a coragem de que é capaz.
Crie sempre pensamentos e imagens positivas antes de entrar em qualquer ambiente fechado. Só assim conseguirá superar-se.
São aconselhamentos que esperamos possam contribuir para a sua reflexão e normalização.